A armadilha da esperança


"A cura se encontra na mudança de perspectiva, de foco... A terapia floral trabalha amorosamente para essa transformação." 
Lena Rodriguez

Esperança é um conceito equivocadamente valorizado! Quando o que você tem em sua vida é esperança, você está perdendo o melhor da vida hoje, pois sua atenção está focada nas expectativas para o futuro, ao invés de estar concentrada no que você tem agora.

Vamos analisar alguns problemas com o conceito de esperança:
Esperança é como a criança que nunca quer o sorvete que você lhe oferece, ela sempre quer aquele que você não tem! Algumas pessoas nunca crescem! Elas sempre querem o que não possuem. Suas vidas são controladas pelo egoísmo de suas necessidades emocionais, elas estão sempre aguardando alguma coisa, esperando que no futuro elas terão o que desejam e só então se sentirão satisfeitas.

Quando o desejo é realizado porém, após a breve excitação, o sentimento anterior toma conta de suas vidas novamente. Um sentimento de falta, de incompletude, uma ansiedade quieta que jamais é permanentemente satisfeita. Ao conquistarem o que querem, o desejo já não está mais lá e uma nova corrida em busca de um novo objetivo se inicia.

Esperança também é uma forma de desassociar resultados de responsabilidade. Esperança significa incerteza, você pode conseguir o que deseja ou pode não conseguir, não há certeza. Quando não há certeza, não há compromisso, portanto, o senso de responsabilidade não é sentido com firmeza. Quando você preenche sua vida com esperança, há pouco espaço para responsabilidade; responsabilidade proativa. A postura da esperança assume que forças fora do seu controle controlam sua vida, então esperar com as melhores intenções é tudo o que você pode fazer.
Esperança também mantém sua performance pessoal e profissional em subnível. Você não dá 100% de seus esforços agora, pois “fará isto no futuro” quando você “tiver melhores condições” para dar o melhor de si. Até lá, você vai tocando, fazendo o mínimo necessário.

Esperança é espera. Espera é falta de ação. Falta de ação é inércia. 
Estes argumentos deveriam ser suficientes para convencê-lo de que apesar de ser uma palavra “bonita” e super-valorizada, esperança somente mantém sua vida longe do que ela poderia ser. Entretanto, eu devo mencionar um outro motivo ainda mais perigoso: expectativas. 
99% de nossas expectativas são emocionais e enquanto nós as alimentarmos, é difícil manter a esperança longe de nossas vidas porque sempre desejaremos que no futuro nossa dor esteja curada, nossos problemas estejam resolvidos.

Dor emocional porém, não pode ser curada com “coisas” a serem conquistadas no futuro. Dores emocionais são como furos em um balde. Nós o enchemos com água. Água é o que conseguimos no futuro, nossas metas, as “coisas” que conquistamos, as conquistas, não necessariamente materiais, mas também emocionais, atenção, amor, etc. Não importa porém, quantas vezes nós enchemos o balde, se há furos, a água vai vazar de qualquer forma...

Parte do texto de Fran Christie "Manifesto Carpe-diem"
Fonte: by Lena Rodriguez
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...