Raiva e Amor

Autor: Ensinamento Budista


Um dia Buda estava caminhando por uma aldeia. Um jovem muito zangado e rude se aproximou e começou a insultá-lo. "Você não tem direito de ensino os outros", ele gritou. "Você é tão estúpido como todos os outros. Você não passa de uma farsa."

Buda não estava chateado por esses insultos. Em vez disso, perguntou ao jovem "Diga-me, se você comprar um presente para alguém e essa pessoa não aceitar, a quem pertence o presente?"
O homem ficou surpreso ao ser perguntado como uma pergunta estranha e respondeu: "Isso pertence a mim, porque eu comprei o presente."

O Buda sorriu e disse: "Isso está correto. E é exatamente o mesmo com a sua raiva.
Se você ficar com raiva de mim e eu não me insultou, então a ira recai sobre você.
Está, então, o único que se torna infeliz, não a mim. Tudo o que você tem feito é se machucar. "

"Se você quer parar de machucar a si mesmo, você deve se livrar de sua raiva e se amando em seu lugar. Quando você odiar os outros, você mesmo se tornar infeliz. Mas quando você ama os outros, todos estão felizes."

O rapaz ouviu atentamente a estas sábias palavras de Buda. "Você está certo, o iluminado", disse ele. "Por favor, me ensine o caminho do amor. Gostaria de tornar-se seu seguidor."
O Buda respondeu gentilmente: "Claro. Leciono quem realmente quer aprender. Venha comigo.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...