A pele da alma

A pele da alma desaparece quando não prestamos atenção ao que realmente estamos fazendo e, especialmente ao custo disso para nós. 

Perdemos a pele da alma quando ficamos muito envolvidas com o ego, quando nos tornamos por demais exigentes, perfeccionistas, quando nos martirizamos desnecessariamente e não fazemos nada a respeito disso. Também quando nos fingimos ser uma fonte ilimitada para os outros quando não fazemos o possível para nos ajudar.

O único meio de permanecer agarrada a essa essencial pele da alma consiste em manter uma conscientização delicadamente imaculada a respeito dos nossos valores e utilidades. No entanto, como ninguém consegue manter permanentemente uma conscientização aguçada, ninguém consegue permanecer com a pele da alma a cada momento de dia e da noite. Podemos, porém, restringir os furtos a um mínimo. 

Podemos desenvolver aquele olhar penetrante que observa as condições ao nosso redor e vigia nosso território psíquico de acordo com as condições. 

[Mulheres que correm com lobos, pg 332]

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...