Reiki Prático

Tratamento para Corpo e Alma de Mikao Usui 

Os Cinco Princípios:


Kyo dake wa (Só por hoje)……

1. Okoru-na (Não se zangue – Seja calmo e tolerante)…
2. Shinpai suna (Não se preocupe – Confie na Vida)…
3. Kansha shite (Seja grato)…
4. Gyo wo hage me (Trabalhe afincada e honestamente)…
5. Hito ni shinsetsu ni (Seja gentil para com todos os Seres)

Estes princípios, cada dia envolvem-nos um pouco mais, de acordo com a evolução da nossa consciência e trabalho de transformação. Esta é a importância na nossa Alquimia interior: a transformação do nosso chumbo interior (raiva e egoísmo) em ouro (amor, humildade e tolerância).

Kyo dake wa (Só por hoje)

O tempo, como o compreendemos, não existe. Tudo o que aconteceu está a acontecer: não há um antes, nem um depois, apenas um agora. Tudo existe neste mesmo momento e acontece de uma vez. Não há outro tempo para além do agora: o aqui e o agora é tudo o que existe.
O passado foi importante para que chegássemos até aqui, para que nos tornássemos quem somos. Cada pessoa que passou pela nossa vida, assim como as experiências que a vida nos trouxe, são importantes para o nosso crescimento. Porem, voltar ao passado é um gasto desnecessário de energia. O que fazemos hoje está relacionado com o que acontecerá amanhã. Podemos influenciar o futuro pelo modo como lidamos com o que está a acontecer agora.
Há pessoas que, em vez de viverem intensamente o momento presente, prendem-se ao passado ou projetam-se no futuro. A lembrança do passado rouba-nos metade do presente e a preocupação do futuro a outra metade. A lembrança das injúrias dura mais do que a dos benefícios.
Um dos aspetos mais perturbadores do ser humano é a ansiedade, que é uma excessiva preocupação em relação ao futuro. A maioria das pessoas preocupa-se tanto com o futuro que não desfruta o presente. Quando focamos a nossa atenção no amanhã, desligamo-nos do momento presente, entrando em estado de ansiedade e preocupação. Não devemos deixar passar a vida entre os dedos. Devemos deixar o passado no passado, sem reclamar por ele, consciencializando-nos dos erros e aprendendo com eles.

Só temos sucesso na vida quando perdoamos os erros e as deceções do passado. O Reiki é amor. O amor, e não o tempo, cura todas as feridas. Perdoar é um ato de amor e sempre foi uma boa escolha. Contudo, não basta perdoar, é necessário esquecer.

A melhor maneira de nos programarmos para o futuro é a de concentrarmos toda a nossa imaginação e entusiasmo na execução perfeito do trabalho de hoje, conforme nos ensinam os Princípios do Reiki. O bem que fizemos hoje, será a nossa alegria de amanhã. Cuide do presente, do hoje, para ter um amanhã melhor. Seja uma pessoa que procura o aperfeiçoamento diário. Se vivermos um dia de cada vez, viveremos melhor todos os dias da nossa vida. Os Princípios do Reiki ensinam-nos a viver plenamente cada um dos momentos de todos os dias.

Okoru-na (Não se zangue – Seja calmo e tolerante)

A raiva é uma emoção de emergência. É difícil não a ativarmos quando somos atacados. A ambição e o medo são as sementes da raiva e esta, por sua vez, é a semente do ódio. A raiva é uma emoção totalmente desnecessária ao processo de evolução da nossa consciência, uma vez que só serve para a limitar, assim como à perceção. É um estado de espirito negativo que produz formas-pensamentos doentios. Uma pessoa enraivecida está cheia de um poderoso veneno criado por ela mesma. Se não encontrarmos onde derramá-lo, irá fazê-lo dentro de si mesmo.
A raiva gera infelicidade e gera reações negativas físicas e emocionais. Prejudica a saúde do corpo, ofusca o entendimento e cega a razão. É uma fonte de destruição que se acumula nas nossas células. Bloqueia o chakra básico, diminuindo a nossa força física e a disposição energética, afetando os nossos ossos, coluna, intestino grosso, rins, próstata e dentes. Causa a libertação de hormonas endócrinas que atrofiam o cólon intestinal, contraem a vesicula e o duodeno. A raiva também produz a congestão hepática devido à alteração do ritmo cardíaco ou da circulação sanguínea. Com ela, a energia da força vital alimenta um estado de improdutividade e não de criatividade. Perdemos muita energia com a raiva.

Não diga que não está em paz porque não o deixam em paz. A paz é um estado interior. Ninguém é culpado pelas nossas emoções, pela nossa raiva. Só se enraivece quem não sabe usar a razão.

Não pode mudar um acontecimento exterior, mas pode transformar a experiência interior. Podemos atenuar as nossas reações, experimentando-as de uma maneira tão forte que formam uma armadura de músculo e tensão. Daí a importância da meditação, da atividade física, do Reiki, da massoterapia, do relaxamento,… muitas vezes, no momento em que estivermos com raiva, se procurarmos gritar à vontade ou bater numa almofada de areia, podemos libertar energia, para que não nos causem danos. É sábio sairmos de perto de quem ou do que nos causou essa raiva, até nos acalmarmos, não reagindo impulsivamente.

Shinpai suna (Não se preocupe – Confie na Vida)

O prefixo “pré” significa anterioridade. Preocupar-se é ocupar-se com algo antes que aconteça. É sofrer por antecipação e é uma das piores formas de atividade mental. É inútil. Preocupar-se é estar inseguro na vida, é não confiar que todas as coisas acontecem de acordo com um propósito divino e universal. As preocupações surgem das nossas questões acerca do futuro. Esta é causada pelo nosso ego, empobrecendo-nos. O ego detesta duas coisas: ser contrariado e ser criticado. Um grande ego é sempre um candidato a um grande sofrimento. Por trás de uma vítima, há sempre um ego ferido e a dor do ego é muito pior do que a dor física.

O ego faz-nos sofrer porque é pequeno e limitado. Enquanto houver ego, haverá violência entre as pessoas.
Preocupação em excesso transforma-se em medo e tristeza e esta é um veneno para o nosso corpo. Assim como a raiva bloqueia o chakra básico, a preocupação obstruí o chakra do umbigo (ligado ao corpo emocional), responsável pela nossa alegria de viver.

Seleccione os seus pensamentos, a sua mente não é um depósito de lixo e tente não interferir na cronometragem universal da vida. Viva o hoje, espere o melhor da vida e quando acontecer algo negativo, aceite-o como uma lição.

Kansha shite (Seja grato)

A gratidão é a mais bela flor que brota da alma. Palavras de gratidão doces de escutar e difíceis de pronunciar. Sermos gratos por tudo o que a vida nos oferece é, certamente, uma tarefa bastante difícil. Muitas pessoas acham que têm muito pouco ou nada para agradecer. Encaramos como óbvias muitas coisas que, na verdade, são um presente: a vida, o planeta, o sol que brilha e nos aquece, o ar que respiramos, animais, as plantas que nos alimentam. Precisamos de estar cientes das incontornáveis dádivas que o Criador nos concedeu.

Se se focaliza no que não tem, continuará na carência. Quando nos colocamos permanentemente em atitude de gratidão, sentindo-nos gratos não apenas pelo que recebemos, mas pelo que somos e sabemos, começamos a atrair, magneticamente, a abundância e nada mais nos fará falta. A postura correta não é suplicar, mas agradecer. Agradeça até aos seus inimigos, aos que o criticam, pois eles podem ser de grande utilidade.

Gyo wo hage me (Trabalhe afincada e honestamente)

Devemos ocupar o nosso tempo a crescer, a desenvolver as nossas atividades e os nossos talentos. Se vencermos a preguiça, damos o primeiro passo rumo ao trabalho produtivo. Se vencermos a impaciência, damos o segundo.

As pessoas crescem pelo trabalho, aprendem com o trabalho e com a vida prática. É preciso que nos apliquemos nesse trabalho, com boa disposição e entusiasmo, aprendendo a ser calmamente ativos.

Hito ni shinsetsu ni (Seja gentil para com todos os Seres)

Ser gentil com os outros é sinónimo de ser gentil consigo mesmo. Jesus disse: “Faz aos outros o que queres que te façam” e ainda “Ama o próximo como a ti mesmo”.

Somos donos da nossa vontade e do nosso livre arbítrio, livres para agir e semear, em benefício ou prejuízo da coletividade, mas implacavelmente obrigados a recolher o resultado plantado. As pessoas respondem pelas consequências das acções.
Ser gentil com as pessoas não significa necessariamente deixá-las fazer o que querem, não significa apagar a palavra “não” do nosso vocabulário.

Einstein afirmava o seguinte: “A vida é como atirar uma bola à parede: se for atirada uma bola azul, ela volta azul; se for atirada uma bola verde, ela voltará verde; se for atirada uma bola fraca, ela voltará fraca; se for atirada uma bola com força, ela voltará com força. Por isso, nunca atire uma bola na vida, que não esteja pronto/a a recebê-la”.

As palavras são a droga mais poderosa usada pela humanidade. A qualidade interior de uma pessoa é revelada pelo que sai da sua boca. Seja humilde. Devemos procurar respeitar todos com humildade, pois é respeitando que somos respeitados.

Não condene o seu próximo, pois não sabe o que faria no lugar dele. Quando julga os outros, não os outros, não os define, define-se a si mesmo. Examinando os seus defeitos, aprende a aceitar os dos outros.

Criticar é uma espécie de vício da mente e é um enorme desperdício de energia. O Método de Reiki é um caminho para a sabedoria, que nos ensina a respeitar a vida e todas as criaturas. Esse princípio de Reiki ensina-nos que tudo está vivo, que tudo vibra, que qualquer criatura tem a sua própria vida e que é expressão do Criador. A Mãe Terra está viva e respira e tudo o que a compõe são criações divinas. Somos energia coletiva da mesma Fonte e só existe uma única Energia, que se individualiza em muitas partes. Se destruirmos a Natureza estaremos a destruir-nos, porque tudo é Unidade.


A humanidade recebeu tudo o que precisa para viver em harmonia, respeito, amor e unidade. Uma espécie não pode sobreviver sem a outra. Quem destrói uma árvore, destrói parte da sua própria vida. Depois do último fruto, e do último envenenamento, o Ser Humano perceberá que o dinheiro não se come.



Reiki Nível I - o Shoden ou o Despertar



No Shoden, ou seja, no Nível I de Reiki, o aluno fica apto a curar-se e trabalhar consigo próprio e, dependendo dos Mestres, com os outros. Ele é caracterizado pelo aprendizado da aplicação do Reiki presencial, isto é, através do toque, do contacto das mãos. Essencialmente, o REIKI é um método simples e acessível a qualquer pessoa, sem dogmas ou conceitos filosóficos, não dependendo de qualquer tipo de crença ou conceção religiosa para promover a harmonia e a perfeição em qualquer dos níveis do ser humano.

O Reiki é largar as velhas dependências do ego e aprender a caminhar mais vazios dos medos, superstições, preocupações e poderes.

Todas as pessoas podem aprender Reiki, embora a sua simplicidade possa levar a que se duvide da sua eficácia. Na realidade, todos somos canais de Reiki, pois o Sistema Energético faz parte de constituição de qualquer Ser Humano.

Nos primórdios da Humanidade, os nossos circuitos energéticos estavam limpos e funcionavam plenamente. Mas a individualização exagerada e a ilusão do poder deu origem ao egoísmo e ao orgulho. Devido a isto, os canais enfraqueceram e esquecemos a nossa origem divina.

O Reiki é uma das muitas formas de usar conscientemente a Energia que está em tudo o que nos rodeia. Ser reikiano é fazê-lo conscientemente, mas não só. Ter consciência de que esta energia existe, é ter consciência da interação energética que existe a cada instante e da influência que exerce em nós e na nossa vida.

No Nível 1, o reikiano passa por um processo de limpeza que dura vinte e um dias. Neste nível, a transmissão da energia Reiki acontece pelo contato direto, através das mãos do terapeuta sobre nós mesmos ou sobre o paciente. Há Níveis 1 em que se pode efetuar auto-tratamento e tratamento aos outros. Outros Mestres, optam por dar só o auto- tratamento, ficando o tratamento aos outros para o segundo nível. É uma ideia que faz sentido, uma vez que antes de passarmos energias para os outros, devemos ter apreendido o maior conhecimento e experienciado o mais possível.

Os iniciados nesse nível captam a energia cósmica através dos chakras que sai pelas mãos quando as colocamos sobre aqueles que devem recebê-la.

Na Iniciação Sagrada recebem-se, igualmente, símbolos sagrados e, por vezes, Mantras (som ou palavra sagrada) e aprende-se como os utilizar na transmissão do Reiki.

Ser Reikiano e Iniciações

Ser reikiano não é só aplicar a Energia Universal conscientemente, mas aplicá-la em cada passo do nosso caminho, experienciando da melhor forma possível os acontecimentos, na sua interação com o mundo. O trabalho com o REIKI é essencialmente um trabalho de Amor. É uma integração do Amor Incondicional e da Sabedoria Universal.

Trata-se de ligar o próprio coração ao coração da vida e ser um canal consciente dessa fusão vital. Não basta ser apenas um canal Reikiano. É necessário ser um Reikiano repleto de amor, para que o Amor Maior possa fundir-se no coração e na consciência e daí jorrar a luz de cura e amor para os homens.
Na origem da humanidade, o ser humano mantinha os seus canais de energia intactos, gerando felicidade e harmonia. Com o processo de esquecimento da nossa origem, face à extrema individualização do ser humano, a evolução do egoísmo e orgulho, enfraquecemos esses canais de ligação. Deixamos de usá-los e passámos a não receber toda a energia necessária para o nosso bem-estar. Passámos a reter somente a energia vital (ki), indispensável ao sustento do nosso processo biológico. Mikao Usui descobriu como nos religar à Energia Primordial do Universo.

Muitos têm medo quando se defrontam com uma situação desconhecida. Entretanto, nada no Método Reiki inclui que o processo iniciático pode prejudicar alguém. A Energia Reiki vem diretamente da mais alta Fonte Espiritual e as iniciações devem ser tratadas com o maior respeito.

A sintonização (iniciação) é um presente, um verdadeiro milagre! Quando um novo reikiano é despertado, dá-se um ritual sagrado de grande beleza. Esse processo maravilhoso torná-lo-á, para sempre, num canal de Reiki. Muda para sempre a sua vida de maneira positiva e profunda e acende uma luz num ambiente escuro.
Uma vez estabelecida a ligação, as mãos irradiam energia! Durante o ritual, há uma ligação do individuo a níveis mais elevados de consciência e à Fonte Ilimitada da Energia Universal e uma ativação do chakra coronário, fazendo com que a nossa vibração e frequência aumentem e se transformem, passando para níveis mais elevados. Este processo, além de ampliar a nossa consciência, gera uma transformação proveniente do deslocamento do nosso centro de equilíbrio energético do chakra do plexo solar para o cardíaco. Ficamos mais generosos, humildes e tolerantes. A iniciação cria um canal para a Energia Cósmica fluir. Ela ativa os chakras coronário, cardíaco e o da palma das mãos, para usá-los na canalização de energia Reiki. O momento de iniciação é de respeito e interiorização profunda.
Para que o corpo se torne mais sensível e perceba melhor o processo iniciático, o ideal é que não esteja sobrecarregado com substâncias que diminuem a capacidade preceptiva, como carne vermelha, álcool ou drogas. Dessa forma a iniciação poderá ser vivenciada conscientemente e as mudanças serão percebidas com maior intensidade.

É sabido que o corpo vivo do ser humano ou de um animal irradia calor, mas junto com este calor ele também emite uma energia especial que traz, em si, o princípio de vida.

Existem várias terapias e filosofias que trabalham com os campos energéticos humanos, com energia e com cura. A diferença entre estes trabalhos e o Reiki, reside no facto de que a pessoa que está sintonizada como agente de cura Reiki, tem os canais de energia do seu corpo abertos e livres do bloqueio pela iniciação que recebeu em Reiki.

Com isso ela não só recebe um aumento de energia vital para sua própria cura, como também se liga à fonte de toda a energia universal. Durante o treino o aluno passa por iniciações e por um conjunto de instruções, conhecimentos, sinais e toques energéticos que lhe dão as condições necessárias e imprescindíveis para prosseguir o seu caminho na senda da evolução e para auxiliar outras pessoas neste mesmo caminho.

Algo de fantástico nesta técnica, é a necessidade do agente de cura, usar de um recurso fantástico: O Amor Universal.

No momento da Iniciação, os canais de cura do nosso corpo, responsáveis pela captação e distribuição de Energia, são reativados e passam a funcionar. A partir desse momento, ficam ativos para o resto da vida. A Sra. Takata, comparava a necessidade de Iniciação com o exemplo de um aparelho de televisão que tinha de ser sintonizado antes de emitir os canais desejados. A Iniciação é um momento único e de grande beleza interior, que pode ser considerado como uma das coisas mais sagradas que temos.

A prática de Reiki leva-nos a uma profunda transformação lenta e progressiva, requerendo paciência e sobretudo, persistência, além da força de vontade e coragem para vencermos o medo e inseguranças. As Iniciações devem ser consideradas com o maior respeito e só podem ser transmitidas por um Mestre de Reiki devidamente treinado e credenciado. Por ser um momento único e sagrado, não deve ser interrompido.

Muitas pessoas consideram o momento da Iniciação como um dos mais importantes e significativos das suas vidas!

Após a Sintonização, todas as pessoas ficam capacitadas para canalizar Energia Vital Cósmica e poder transmiti-la através das suas próprias mãos, pelo simples facto de as colocar em si próprias ou nos outros e em tudo onde existir vida. Como o Reiki não depende da vontade própria e pessoal, não é necessária nenhuma atitude mental específica de visualização ou qualquer outra. Eu, pessoalmente, faço-o porque gosto, porque o sinto e porque me ajuda. Mas o sucesso do tratamento não depende disso.

Neste nível, são ensinadas as posições básicas de autotratamento, que deverão ser praticadas diariamente. O aluno pode também receber Reiki para facilitar a limpeza dos canais energéticos que foram abertos.

À medida que se vai praticando, começam a surgir os efeitos positivos que manifestam através do aumento da autoconfiança e confiança pela vida, da criatividade e intuição, de coragem e clareza mental, de vitalidade e força interior.

Posições das mãos

  É recomendado, que ao se começar uma sessão de Reiki, a pessoa esteja se sentindo totalmente confortável, com roupas leves e de cores claras. Se preferir, faça alguns exercícios de respiração, yoga ou meditação antes de começar. A duração de cada sessão pode variar de uma hora para uma hora e meia, dependendo da situação.
  As posições são feitas começando de cima para baixo, desde o chakra coronário até os pés. As mãos são posicionadas sobre o corpo da pessoa em forma de duas conchas. A energia do Reiki sai pelas mãos do praticante, que é absorvida pelo corpo da pessoa. Essa energia é passada para os chakras, abrindo, limpando e purificando de todas as obstruções do corpo, trazendo o equilíbrio de uma forma natural.



  Veja abaixo as diferentes posiçoes de aplicação do Reiki.

Posições da frente
                  




Posições das costas
       

Posições quando curando outras pessoas - frente
                  

Posições quando curando outras pessoas - costas
    



TÉCNICA ENSINA A BELEZA DE SER GRATO PELOS ACONTECIMENTOS DA VIDA.

A gratidão é uma virtude que precisa ser desenvolvida continuamente, tornando-se um hábito diário. Normalmente não lembramos de agradecer, mas reclamamos com frequência. É importante adotarmos uma atitude positiva, agradecendo desde a hora que acordamos até a hora de dormir. Quando fazemos isso, abrimos nosso coração e nossa compreensão, valorizando as bênçãos que recebemos todos os dias. Desse modo, passamos a perceber as dádivas que não havíamos notado. Passamos a sentir como fomos protegidos, amparados e auxiliados tantas e tantas vezes.

O sentimento de gratidão nos liberta da preocupação. Ao agradecer, nosso coração descansa, nossa mente se aquieta e ficamos livres de tantas tensões da vida moderna. A gratidão ameniza as dores emocionais, como a depressão, a tristeza, a solidão e a ansiedade. Em uma série de estudos experimentais, Emmons e McCullough - pesquisadores americanos sobre o comportamento humano - concluíram que sentimentos de gratidão aumentam a saúde física e a qualidade da vida diária, e que pessoas gratas demonstram mais estados mentais positivos, como animação, determinação e atenção. Além disso, também são mais generosas, cuidadosas e atenciosas para com os outros.

Ao desenvolver o hábito de agradecer, acionamos a energia curativa do universo e modificamos as circunstâncias e o ambiente ao redor. Em muitos momentos de nossa vida, passamos por problemas e situações difíceis de serem resolvidas e, às vezes, é um desafio sentir gratidão por acontecimentos negativos. Mas as dificuldades e as perdas nos ensinam muito e nos fazem amadurecer, nos fortalecendo emocionalmente. Possuir clareza sobre essa questão nos auxilia a desenvolver o sentimento de gratidão por nossa vida em todos os aspectos, nos trazendo equilíbrio, compreensão e amor por tudo e por todos.

GRATIDÃO É UM DOS PRINCÍPIOS DO REIKI

O Reiki oferece muitas ferramentas que podem nos ajudar a ter mais concentração nas bênçãos que recebemos a cada dia. Ler e praticar os cinco preceitos do Reiki com dedicação nos auxilia muito a desenvolver o hábito de sermos gratos por tudo em nossa vida. O terapeuta Reiki, através de sua prática, vai desenvolvendo um estado interno desprovido e desapegado de expectativas e julgamentos.
Trata-se de um estado psíquico de gratidão, pois o Reiki é uma dádiva resgatada de práticas milenares, que hoje podemos utilizar para curar todos os seres de forma simples, verdadeira e amorosa.

SÓ POR HOJE, SEJA GRATO

"Só por hoje seja grato". Este é um dos cinco princípios do Reiki para a prática de cada dia. Desse modo, uma das funções da energia Reiki está em expressar gratidão e trazer ao nosso planeta e seus habitantes essa energia que está intimamente ligada ao amor por tudo e por todos.

Gratidão é prática diária. Nos sentimos muito bem quando nos lembramos de nossas bênçãos. Nossos corações e nossas mentes tornam-se abertos, positivos, inspirados e receptivos. Desse modo, fica mais fácil ter uma mente criativa, o que propicia a energia necessária para que possamos manifestar os nossos objetivos e sonhos.

Quando pensamos em tudo o que não é bom o suficiente em nossas vidas, podemos trabalhar a gratidão por tudo e por todos, eliminando pensamentos negativos que circulam através da vibração da mente, como a negatividade, a culpa, e as críticas que nos roubam de uma vida plena e feliz.

Nossas mentes negativas podem afetar os nossos relacionamentos também. Se estamos nos culpando, criticando ou julgando, não estamos com nosso coração aberto e podemos perder a oportunidade de amar outra pessoa da maneira mais completa possível. É importante focar apenas no que você ama, no que diz respeito às pessoas com as quais se relaciona.

Normalmente, é uma questão de treinar as nossas mentes para pensar sobre as nossas dádivas. Gerir a nossa mente pode ser um trabalho que exige tempo e esforço. Reiki e gratidão são ferramentas poderosas que podem instantaneamente mudar os nossos pensamentos no momento em que nos concentramos em todos os aspectos positivos que ocorreram em nossa vida. Um coração grato é uma das maneiras mais rápidas de curar o pensamento negativo e as percepções distorcidas.
Quando você perceber o poder de seus pensamentos e começar a monitorá-los, estará consciente de ter tomado, por si mesmo, o primeiro passo para criar uma mudança positiva. O verdadeiro segredo está em assumir a responsabilidade por você e desenvolver a capacidade de expressar gratidão em todos os aspectos da sua vida - até mesmo os indesejados, estressantes e dolorosos.

A aplicação de Reiki - assim como o seu recebimento - promove relaxamento e naturalmente torna o coração agradecido. A prática realizada por meio da imposição de mãos purifica os padrões mentais, limpa a mente das emoções e dos sentimentos negativos que impedem o indivíduo de sentir gratidão.

Através do contato com esta energia, nos tornamos sensíveis à natureza, despertando nossa percepção para observar mais a beleza do mar, das montanhas, das flores e das árvores. É maravilhoso ser uma pessoa cheia de gratidão!

SER GRATO ATRAI A ENERGIA DA ABUNDÂNCIA EM NOSSAS VIDAS

Estarmos cheios de gratidão é fundamental para o que o monge budista japonês que redescobriu o Reiki, Mikao Usui, descreve nos preceitos do Reiki como o "remédio milagroso para todas as doenças". Viver num estado de gratidão nos transporta para um círculo natural de abundância. Transforma reclamação em reconhecimento, nos ajudando a focar no que temos, ao invés no que desejamos ter. O universo é abundante, basta olhar em volta e agradecer.

Como a escritora americana, Melody Beattie, sabiamente colocou: "A gratidão desbloqueia a abundância da vida. Ela torna o que temos em suficiente, e mais. Ela transforma negação em aceitação, caos em ordem, confusão em claridade. Ela pode transformar uma refeição em um banquete, uma casa em um lar, um estranho em um amigo. A gratidão dá sentido ao nosso passado, traz paz para o hoje, e cria uma visão para o amanhã".

Pode ser útil manter um diário de gratidão, ou escrever uma lista na qual você possa postar as situações que trazem esse sentimento em sua vida. Assim, quando damos graças por nossas muitas bênçãos, agradecemos por todos os sofrimentos, bem como os aspectos positivos da vida. Quando aprendemos com as dificuldades nos tornamos mais pacientes, compassivos, amorosos e pacíficos. E o Reiki também nos auxilia a estarmos abertos para as lições de vida que nos fortalecem como indivíduos.

A gratidão e a aceitação andam juntas, pois é necessário aceitar quem você é primeiro. Você é o que tem que ser, você está onde deve estar e você tem o que tem que ter. Isso não está ligado ao conformismo e à falta de atitude, mas apenas simboliza a gratidão por saber que está tudo no seu devido lugar.

Ao invés de ficar aí paralisado numa pequena situação, como um carro que não funciona, um emprego em que você não é reconhecido, um relacionamento que não é bem o que você desejava ou até mesmo uma doença, transforme-se!
O que acontece com você afeta a todos os seres. Por isso, vibre numa frequência mais alta, de amor incondicional, por tudo, por todos e seja grato. É isso o que o Reiki ensina: uma forma melhor de ver a vida e de tratar as pessoas com fé, gratidão e muito amor.


Por Adriana Feijó
Revisão e edição por Carlos Cares
Terapeuta Holístico
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...